Alimentação: cuidados com adultos e crianças

Imagem

A alimentação de um vegano tem diferenças grandes de uma pessoa que se alimenta de produtos com origem animal. Não chega a ser uma dieta especial, pois não há restrições alimentares, e sim, uma opção de não comer carne em prol da vida dos animais. Mas os produtos consumidos por pessoas que optam pelo veganismo são diferentes e nem sempre encontrados nas prateleiras dos supermercados.

Atualmente, produtos que não tem nenhum tipo de ingrediente animal são encontrados, porém, seus fabricantes não são veganos. Ou seja, apesar de os produtos oferecidos no mercado não conter origem animal, a fábrica também produz produtos que contenham ingredientes animal. Sendo assim, de nada adianta. Por isso a dificuldade em encontrar produtos completamente veganos.

Apesar da dificuldade, se encontra boas opções para aqueles que não comem nada animal: leite condensado de soja, cremes de leite, leite de soja, cacau em pó – que substitui o chocolate em receitas – shoyo para temperar receitas e a própria soja, que pode ser encontrada tanto graúda como miúda.

Quando se fala que alguém é vegano, se pergunta: “Como conseguem viver sem carne. Carne tem proteína!” Para quem é adepto do consumo da carne, o pensamento de que apenas a carne tem proteína é normal. Porém, não sabem que proteína pode ser encontrada em vários outros alimentos. Como substitutos da carne, pode-se consumir sementes e leguminosas, como feijão, soja e grão-de-bico.

Essa substituição de alimentos também é recomendável aos pais que desejam passar aos seus filhos, ainda pequenos, a prática do veganismo. Assim como nos adultos, quando se decidi mudar a alimentação cortando alimentos que contenham vitaminas e proteínas essenciais aos seres humanos, o acompanhamento de um nutricionista se torna primordial.

Até um ano de idade, a criança tem que ter alguma fonte protéica na alimentação. Bebês têm dificuldade de produzir um aminoácido presente no leite materno e nos substitutos do mesmo. Após, os pais devem procurar um nutricionista e seguir uma dieta recomendada para que não falte nutrientes e vitaminas para a criança vegana. Se os pais seguirem corretamente, não haverá problemas posteriores e a criança crescerá forte e saudável.

Abaixo, um quadro mostra os alimentos que devem ser incluídos em uma dieta vegana e algumas dicas para a melhorar a qualidade de vida de quem opta pelo veganismo:

Principais alimentos a serem incluídos

l      Grãos integrais (arroz, aveia, quinua, trigo)

l      Leguminosas (feijão branco, azuki, lentilha, grão de bico, soja)

l      Verduras verde-escuras (suco verde)

l      Castanhas

l      Sementes (linhaça, gergilim, girassol)

l      Frutas (vitamina C)

l      Frutas Secas

l      Linhaça (semente e óleo)

l      Levedo de cerveja

l      Azeite de oliva extra-virgem

l      Óleo de linhaça


Detalhes importantes

l      Deixar os feijões de molho na noite anterior;

l      Aumentar a ingestão de água (kg X 30ml/dia)

l      Aumentar consumo de verduras verde-escuras;

l      Preferir os alimentos crus;

l      Comer de 3 em 3 horas;

l      Exposição ao sol (vitamina D);

l      Não consumir chá e café próximo das refeições;

l      Não consumir leite e derivados após refeições;

l      Controlar o consumo de sal e de proteína

l      Preferir alimentos orgânicos;

l      Lembrem-se: Gordura é essencial para o organismo;

l      Realizar exames de rotina e dosar a B12.

Fonte: http://nutricaovegetariana.wordpress.com/category/entrevistas-e-materias/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s